Valparaíso, Chile: O encanto da cidade portuária!

Valparaíso, Chile: O encanto da cidade portuária!

A cidade portuária fica localizada a 120 km da capital Santiago na Região de Valparaíso, possui 42 morros charmosos e cheios de mistérios.  No começo você pode achar que tudo é bagunçado, mas aos poucos vai se apaixonar pela cidade, pelas cores, pelas artes, pela alegria, pela diversidade e pelos porteños e turistas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Que tal eu te mostrar um pouquinho sobre esta cidade encantadora?

Vamos lá, saímos no horário das 08:30 da casa do meu namorado (Marcelo) em direção ao Terminal de onibus Alameda, preferimos ir de metro ate a estação Universidad de Santiago. Compramos nossas passagens pela empresa Turbus, foi uma viagem de mais ou menos 1 hora e 20 minutos. Vale lembrar que partem ônibus a cada 15 minutos, então não se desespere se perdeu o primeiro do dia.
Durante o caminho para a cidade portuária passamos em frente ao Valle de Casablanca, uma das principais regiões produtoras de vinho do Chile e pode-se fazer um tour. Dica para quem quer conhecer uma Vinícola, ela é diferente das outras, então se tiver um tempinho na sua viagem, faça uma visita, vai valer a pena.

Ao chegar em Valpo (Valparaíso)  caminhamos pelas lojas da cidade e perguntamos para um porteño (pessoa que nasceu na cidade do Porto Valparaíso) aonde poderíamos pegar um ônibus até a Plaza Sotomayor. Pagamos o transporte com moedas, não usam cartões tipo bilhete único. Se um dia você, aventureiro, for para Valparaíso vai perceber que ainda preservam muitas coisas do século passado (eu achei lindo na verdade).

Para chegar em nosso Hostel tivemos que subir pelo “Ascensor El Peral” localizado no Morro (Cerro) Alegre, e logo caminhamos até a Rua Almirante Montt, e encontramos nosso lugarzinho que acabou sendo uns dos mais preferidos de todos, fomos muito bem recebidos, bem diferente de uma cidade grande. Ficamos hospedados somente 1 noite.

Infelizmente o Hostel não existe mais, eles fecharam as portas em julho de 2016, mas quem sabe eles voltam? estarei aqui para informar  se isso acontecer. Obrigada por tudo pessoal de Girasoles.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais ou menos ao meio dia fomos a procura de um restaurante, e durante o percurso caiu um anjo do céu para nos oferecer um dos melhores pratos chilenos, Bistec (Bife) a lo pobre, super recomendo, como também eles nos ofereceram uma entrada de uma salada tipica do país que se chama “Pebre” e um pouquinho de Pisco Sour. Quando entramos no restaurante (Centro Gastronomico localizado do lado da praça Sotomayor pela Rua Serrano 595) percebemos que havia muitos Peruanos, o porque disso? Era época da Copa América e esse dia jogava Peru x Venezuela na cidade. Então fomos bater papo com eles e tiramos algumas fotos para guardar de lembrança.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ao terminar nosso almoço fomos percorrer a cidade, a Plaza Sotomayor possui o Monumento de los Heroes de Iquique  e um prédio bem antigo misturado com a modernidade, esse edifício é da companhia de transporte  marítima.

O que achei mais interessante na cidade é o sistema de ônibus dos anos 50, se chama Trolebus sendo o única rede que funciona no Chile e a segunda mais antiga de Sudamérica.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Muelle Prat mais a frente tinha vários barquinhos no qual a população local utilizam esse meio de transporte para fazer vários passeios turísticos, mas por falta de dinheiro no momento não realizamos esse tour, então percorremos a feira artesanal do local. Em seguida o porto e vimos um casal de adolescentes dançando o baile típico do país a Cueca.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entramos num Centro de informação turística (está localizada bem perto da feirinha artesanal), onde nos forneceram dois mapas do local e algumas informações extras, as atendentes super educadas e dispostas a ajudar ao turista. Achei ótimo toda a informação que possui os mapas, cada ponto turísticos com os respectivos endereços atualizados e como chegar ao seu destino e com os endereços dos consulados para ajudar aos turistas com seus documentos (se for preciso) e entre outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Partimos para o cerro Artilleria, onde se encontra o Paseo 21 de Mayo ( Passeio de 21 de Maio) e o Museu Naval, subimos pelo Ascensor do mesmo nome. Os elevadores são bem antigos e fazem muito barulho, mas são bem cuidados e sempre fazem manutenção, podem subir sem medo! Curtimos um pouco a feirinha artesanal do Paseo e principalmente a vista, dava para ver todo o Porto, os morros e a beleza desse lugar, incrível!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Logo fomos para o Museu Naval, era só subir umas escadinhas que fica entre o Paseo 21 de mayo e o Museu e lá estávamos nós no horário em que estavam fechando, não deu para aproveitar muito, porém, deu para tirar fotinha na capsula onde foram resgatados os 33 mineiros que ficaram 69 dias soterrados numa mina no norte do país.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na volta ao hostel, passamos por varias ruas e escadas bonitinhas, tirei foto com um marinho simpático e logo depois fomos nos arrumar para ver o jogo que mencionei logo acima dos nossos migos Peruanos, curtimos a noite bebendo, conversando e aproveitando muito a noite de Valpo. Nosso tour não acabou por ai não, continuamos logo pela manhã.

Este slideshow necessita de JavaScript.

09:00 em pé com uma ressaca daquelas, mas isso não nos impediu de continuar aproveitando. Fizemos o checkout, deixamos a nossas malas no guarda volume do hostel e partimos para o cemitério, ATERRADOR  não vou negar,  mas com uma arquitetura impressionante, percorremos tudo e vimos varios mausoléus do século XIX, quanta historia e mistério num lugar só, teria gostado de um guia nesse momento para contar algumas historinhas, porém por mais que não sabíamos nada sobre essas pessoas, foi um ótimo passeio para finalizar nossa aventura por:  Valparaíso de mi amor ?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dados importantes:

  • Para chegar no Terminal Alameda é só pegar o metro linha 1 / vermelha
  • O valor da passagem de bus de Santiago / Valparaíso custa entre $3.000 a $5.000 pesos dependendo da temporada.
  • Para subir nos elevadores tem que pagar um valor pequeno de $100 a $200 pesos Chilenos
  • Valpo é uma cidade barata, então você pode se virar muito bem com pouco dinheiro e  é melhor sendo explorada caminhando, tudo é perto e de fácil acesso.
  • No verão durante o dia faz calor, mas durante a noite baixa um pouquinho a temperatura, isso para você levar pelo menos uma blusinha.
  • Durante o inverno, o dia inteiro é frio pra você ir bem agasalhado.
  • O Museu Naval é gratuito

 

Fonte de imagens: Marcelo Lobos e Natalia Dalcin

 

Salvar

Salvar

8 Comments

  1. Nossa, eu tinha uma imagem diferente do Chile a que a mídia mostra. Mais e um local encantador..

  2. Gostei de conhecer um pouquinho fo lugar belas fotos bjus ?

  3. EU SOU LOUCA PARA CONHECER O CHILE!!!! Que lugar maravilhoso, que fotos maravilhosas e que post deusoooo! Eu to surtando aqui! Parabéns!! Virará um dos meus blogs de consulta para viajar com toda certeza do mundo!!

  4. Cara que post mais detalhado e rico em informações! Me senti realmente dentro dele, da cidade, enfim… Realmente aguça mais aquela vontade de sair e conhecer novos lugares! Nossa, ótima escritora de viajens! Sério?

  5. Que fotos lindas lugar lindo , essa escadaria muito linda que venha mais e mais viagem. Não gosto de vaigar mais gosto de post assim e ver fotos de lugar diferente.

  6. Gente, a cidade parece maravilhosa! Eu tenho muita vontade de viajar e ver tanta foto e tanta informação linda até me alegra! Adorei o post!

  7. Oi Natália!! Que belo diário de viagem!! Lindas fotos.. lendo documentário. Achei o Hostel uma gracinha, pena que não funciona mais, adorei as dicas que vc deu.. bjos.. Thata

  8. Muito lindo !

Gostou desse post? Por favor dê sua opnião!